Fim do trema (¨)

Se algumas palavras já ficaram estranhas sem acento como, por exemplo, ideia, imagine o português sem o trema. É verdade que poucos se lembravam de colocar quando escreviam informalmente, mas nos textos acadêmicos e nos livros o trema estava sempre presente.

O Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa aboliu o trema (¨), aquele sinal colocado sobre a letra u para indicar que ela deve ser pronunciada nos grupos gue, gui, que, qui

(Fonte da imagem: site Exponent)
Porém, atenção para a dica de Tufano (2011): o trema permanece nas palavras estrangeiras, nomes próprios e em suas derivadas como, por exemplo, Müller, mülleriano, etc.
Então, guarde essas palavras para não colocar trema, mesmo quando o Word insistir em marcá-las nos textos digitados:
Como eram: agüentar, conseqüência, cinqüenta, qüinqüênio, freqüência, freqüente, eloqüência, eloqüente, argüição, delinqüir, pingüim, tranqüilo, lingüiça.
Como ficaram: aguentar, consequência, cinquenta, quinquênio, frequência, frequente, eloquência, eloquente, arguição, delinquir, pinguim, tranquilo, linguiça.
 REFERÊNCIA
TUFANO, D. Guia prático da nova ortografia: saiba o que mudou na ortografia brasileira. 2 ed. São Paulo: Editora Melhoramentos, 2009. 32 p.

Escreva um comentário