Categoria: Redação e Linguagem

Implantar ou implementar um processo em empresas construtoras?

Implantar ou implementar um processo em empresas construtoras?

Já ouvi e li várias vezes sobre implantar e implementar ou, ainda, implantação e implementação de processos (de gestão da qualidade, de gestão ambiental, do 5S, dentre outros) em empresas construtoras ou escritórios de projetos. Mas, afinal, qual é a forma correta? Inicialmente, vejamos o que diz o Dicionário Aurélio (1999): Implantar: introduzir; inaugurar; estabelecer, como em “Os colonizadores sempre […]

Leia mais ›
Área a construir ou Área à construir?

Área a construir ou Área à construir?

Em reformas, é muito comum fazermos tabelas e legendas indicando as áreas existentes, de demolição e de ampliação para os projetos de prefeituras. Nem sei mais quantas vezes já vi a legenda com erros em relação ao uso da crase. Para você, qual legenda está correta? A Legenda 01 ou a Legenda 02? Antes de responder, é importante entendermos que […]

Leia mais ›
Mezanino ou mesanino?

Mezanino ou mesanino?

Bem, eu já vi escrito de três formas diferentes: mezanino, mezzanino e mesanino. Quando eu era estagiária, comecei escrevendo MESANINO… porém, a arquiteta Anna Godoy, então dona do escritório em Taubaté/SP, corrigiu-me dizendo: “É MEZANINO… não vem de MESA”. Dai, passei a escrever com Z, “ensinando” e corrigindo meus colegas da faculdade usando, inclusive, o mesmo argumento: “não vem de […]

Leia mais ›
Dispensa ou Despensa?

Dispensa ou Despensa?

(Fonte: Organizada à Bessa) Há alguns anos, logo que comecei a trabalhar em um escritório de arquitetura aqui em São Paulo, herdei alguns projetos que estavam sob a coordenação de um arquiteto que se desligara da empresa. Um dia, precisei enviar o projeto completo de um apartamento ao cliente e não percebi que naquele cômodo, ao lado da cozinha, onde […]

Leia mais ›
Layout ou leiaute?

Layout ou leiaute?

Para arquitetos, designers de interiores e engenheiros, um layout ou leiaute seria uma planta baixa mostrando a distribuição física do mobiliário em cada ambiente. Se for colorido, pode-se dizer que é uma “planta humanizada” Hoje vi este comentário em um blog: “Amigo, desculpe a sinceridade, mas da onde você inventou a palavra “leiaute”?? Isso dói nos olhos só de ler… […]

Leia mais ›
Quantos DEGRAIS tem esta escada?

Quantos DEGRAIS tem esta escada?

Esta foi a pergunta que ouvi alguns anos atrás em uma obra, durante uma reunião para resolver qual a melhor forma de executar uma escada “dentada”. E adivinha quem fez a infeliz pergunta? O engenheiro, responsável pela execução e gerenciamento da obra! Naquele momento consegui segurar meus “surtos ortográficos”, mas faltou muito pouco para eu soltar uma de minhas pérolas, […]

Leia mais ›
Busca no vocabulário da Academia Brasileira de Letras

Busca no vocabulário da Academia Brasileira de Letras

Quantas vezes você já ficou com dúvida sobre como se escreve determinada palavra? Berinjela ou beringela? Lembra-se de ter colocado no Google e ter recebido como resposta a mesma palavra escrita de diferentes formas? Muitos são os dicionários disponíveis na internet. Neste blog, inclusive, tem um que incorporei de outro blog e que tem ajudado muito nas pesquisas rápidas. Mas, […]

Leia mais ›
MIM não conjuga verbo

MIM não conjuga verbo

Acho que um dos erros mais comuns é usar o pronome MIM como sujeito ao invés do pronome EU. Sujeito, para quem não se lembra, é o termo que faz a ação, ou seja, aquele que tem a prerrogativa de mudar o verbo. Lembra-se da conjugação de verbos que éramos obrigados a decorar na infância? EU faço TU fazes Ele […]

Leia mais ›
A importância do uso (CORRETO) da vírgula

A importância do uso (CORRETO) da vírgula

Pode parecer que esse assunto é batido, que não há novidades que valham uma nova leitura atenta… porém, há muita gente – inclusive graduada – que comete erros crassos com o uso da vírgula (ou falta dela). Há um caso verídico, do qual fui testemunha: uma advogada, que tem uma vasta clientela e é muito conhecida, incorreu em um erro […]

Leia mais ›
Algumas observações a respeito da Língua Portuguesa

Algumas observações a respeito da Língua Portuguesa

Observações que podem fazer toda diferença na hora da escrita e da fala. Afinal, quem nunca teve dúvidas? 1. O correto é “a meu ver” e não “ao meu ver”; 2. “Custas” é usado somente na linguagem jurídica para designar “despesas feitas no processo”. Portanto, devemos dizer: O filho vive à custa do pai. No singular; 3. Alface é substantivo feminino. Portanto, “a alface […]

Leia mais ›